Compromisso com o bem, com a solidariedade, com a tolerância e a paz, para que o amor universal se expanda entre as criaturas em harmonia com a natureza

Sede Gefrater

Somos o Grupo Espírita de Fraternidade Albino Teixeira, uma associação religiosa, assistencial, filantrópica, beneficente, sem fins lucrativos e econômicos cujos objetivos filosóficos são: o aprimoramento, a evangelização e a espiritualização do ser em evolução tanto encarnado, como desencarnado.

Nós nos propomos a implementar o Programa de Trabalho Permanente do Movimento da Fraternidade, fundamentado nas seguintes diretrizes: a) ensino da Doutrina Espírita e do Evangelho; b) assistência social espírita; c) tarefa de doação fluídico-espiritual; e d) formação de ambientes espiritualizantes.

O Movimento da Fraternidade, proposta de trabalho trazida pela Espiritualidade, em 16 de outubro de 1949, é a união voluntária de criaturas conscientes que, sob a égide de Jesus Cristo, se propõem a espalhar, à luz da Doutrina Espírita, a verdade do Evangelho e a praticá-la junto aos irmãos em humanidade.

No campo espírita-doutrinário observamos os postulados emanados da Federação Espírita Brasileira (FEB), concordes com a codificação Kardequiana.

Nossa Missão

Exercer atividades de educação espírita, assistência social, práticas medianímicas e a divulgação da Doutrina Espírita de forma a difundir a revivescência do Cristianismo Primitivo na mente e nos corações humanos.

Nossa Visão

Propiciar condições de perenidade e de expansão do Movimento da Fraternidade.

Nossa História

Um grupo de amigos que frequentava o Grupo Scheilla se reuniu com objetivo de ajudar a Cidade da Fraternidade, localizada no Município de Alto Paraíso, em Goiás. As reuniões aconteciam nos lares dos componentes do agrupamento. Nelas estudavam o evangelho, aplicavam passes e ofereciam a água fluidificada às pessoas necessitadas. Abnegadas senhoras confeccionavam enxovais que doavam para as mães da Cidade da Fraternidade.

Naquela época, os participantes foram surpreendidos por mensagem do Irmão Saldanha solicitando esforços redobrados, pois estava se formando um novo agrupamento espírita, com outros compromissos além daqueles que já praticavam. Uma casa emprestada pelo Sr. Francisco Thomaz, no bairro Santo Antônio, foi, por dois anos, a primeira sede do nosso grupo.

O casal, Sergito e Aninha, que fazia parte deste grupo, morava à Rua dos Aeroviários, nº 281, com a sua filha, Sheilinha. Onde hoje é nossa sede, morava um casal de idosos sem filhos, Dª Jovita da Silva e o Sr. Onofre Carneiro da Silva, funcionário aposentado da UFMG. Segundo Sergito, pessoas simples, bem apessoadas e muito gentis.

A saúde do casal de velhinhos já estava debilitada; Sergito e Aninha, preocupados, cercavam-os de atenção. Essas atenções somadas à inocência da pequena Sheila conquistaram os corações dos amados vizinhos. Dª Jovita, ainda em vida, quis doar para Sheilinha o barracão simples e o terreno, mas Sergito sugeriu que a doação fosse feita para o grupo que se reunia no bairro Santo Antônio. A sugestão foi aceita.

Após o desencarne de Dª Jovita, o Sr. Onofre ficou muito só e morou por algum tempo com Sergito e família. Sr. Onofre, que era católico, tornou-se espírita, e já ansioso para que aproveitassem o espaço doado, sugeriu que transferissem a reunião para o barracão ali existente.

Cumpria-se o aviso da espiritualidade. Em 12 de novembro de 1979, em uma reunião do Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla, foi feita uma consulta a respeito do nome do mentor da casa. A página recebida foi assinada pelo Espírito Saldanha e dizia que o nome do mentor é Albino Teixeira.

Quem é Albino Teixeira?

Espírita muito operoso, era médium psicográfico semi-mecânico de apuradíssima faculdade. Militou no Rio de Janeiro, colaborando particularmente na Federação Espírita Brasileira (FEB) onde, durante 16 anos, fez parte de diretoria no cargo de 1º secretário. Exemplar no exato desempenho de suas funções, era o irmão, o amigo, o obreiro incansável.

Zeloso e vigilante na pureza doutrinária, era eficiente e cuidadoso, quer no atendimento de passes, quer na missão de médium curador ou no receituário mediúnico, ao qual sempre se entregou, abnegado, solícito e bondoso, fiel às mais espinhosas obrigações que a caridade determina.Vítima de paralisia, que o prendeu ao leito por quase dois anos, desencarnou no dia 30 de junho de 1923, em idade avançada, mas permanece, ainda hoje, no plano espiritual, atuando no movimento doutrinário, ditando páginas de instrução e alertamento, nas quais se lhe percebe a fidelidade aos preceitos evangélicos, a submissão humilde aos desígnios providenciais, bem como o culto da caridade que lhe norteou a existência.

Em sua última encarnação foi militar, excelente médium, sempre muito atuante e respeitado na Federação Espírita Brasileira. Incansável trabalhador, muito fez para o crescimento do espiritismo em nosso país. Antes de seu desencarne ficou preso a uma cadeira de rodas, pois ficou hemiplégico em decorrência de uma enfermidade circulatória. Seu preparo e conhecimento espiritual eram tão grandes que, um dia após o seu desencarne, mandou mensagem do mundo espiritual, contando em detalhes sua recepção no outro lado da vida.

Em mensagem recebida no Departamento de Orientação Espiritual do Grupo de Fraternidade Espírita Irmã Scheilla, no ano de 1980, o espírito iluminado de Scheilla disse que Albino Teixeira em outras encarnações fora médico, enfermeiro e alfaiate, tendo uma encarnação maravilhosa na cidade de Sacramento em Minas Gerais. Atualmente se encontra numa situação de muita luz no plano espiritual, de onde tem sempre enviado lindas páginas de alerta e incentivo para todos nós por meio do médium Chico Xavier e de outros renomados médiuns brasileiros.

Fonte: Livro “Jornada de Amor: Antologia Mediúnica”.
Texto original: personagensdoespiritismo.blogspot.com

Saiba mais

Oferta!

Vivendo o Nosso Ideal

Sergito de Souza Cavalcanti

R$24,00

Em comemoração aos 40 anos do Grupo Espírita de Fraternidade Albino Teixeira (GEFRATER), Sergito de Souza Cavalcanti, um dos fundadores e atual conselheiro do grupo, empenha-se na procura de mensagens, depoimentos, atas e fotografias aptas a remontar com fidelidade parte da história da casa.

Fora de estoque

Categoria: Tag:

Descrição

Em comemoração aos 40 anos do Grupo Espírita de Fraternidade Albino Teixeira (GEFRATER), Sergito de Souza Cavalcanti, um dos fundadores e atual conselheiro do grupo, empenha-se na procura de mensagens, depoimentos, atas e fotografias aptas a remontar com fidelidade parte da história da casa. A obra relata a extensa oficina de trabalho cristão que nos últimos quarenta anos de existência cooperaram para a evangelização de quem dela se aproximou. O autor procurou, também, orientar o desenvolvimento da Casa espírita moderna, voltada para o crescimento e a reforma íntima de seus membros. A obra oportuniza um importante resgate da memória e da identidade histórica e social da instituição e convida os leitores a vivenciarem seus ideias de servir.

Informação adicional

Peso 0.300 kg
Dimensões 20 × 14 × 1.5 cm
Acabamento

Brochura

Ano

2019

Autor(a)

Editora

Formato

Físico

Idioma

Português

ISBN

9788567800516

Número de páginas

248

País

Brasil

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

Skip to content